postheadericon COGITES

GRUPO DE PESQUISA:
INTERAÇÃO, COGNIÇÃO E SIGNIFICAÇÃO

Coordenação: Profª. Dra Edwiges Maria Morato (IEL/UNICAMP)


DESCRIÇÃO:

Do ponto de vista institucional, o COGITES é um dos grupos de pesquisa que integram o Laboratório de Fonética e Psicolinguística (LAFAPE), um dos centros internos de pesquisa do Instituto de Estudos da Linguagem, da Universidade Estadual de Campinas/Unicamp.
      O Grupo de Pesquisa COGITES - Cognição, Interação e Significação - tem reunido pesquisadores de Iniciação Científica a pós-doutorado de diferentes formações (tais como Linguística, Filosofia, Medicina, Fonoaudiologia, Artes Cênicas, Pedagogia) da Unicamp e de outras instituições e está consagrado ao estudo das relações entre linguagem e cognição por meio da análise de práticas linguístico-interacionais, em especial as que envolvem indivíduos com afasia e com Doença de Alzheimer.
A premissa do grupo é que as práticas linguísticas e interacionais podem ser vistas como um lócus de grande importância e potencial exploratório para o estudo da relação mutuamente constitutiva entre linguagem, cognição e significação.

INTERESSES DE PESQUISAS: 

Tendo isso em vista, o COGITES tem focalizado o estudo de determinados fenômenos em diferentes corpora orais: processos de ordem meta (atividades metalinguísticas, operações epilinguísticas, formas metaenunciativas,   estratégias metaformulativas etc.), referenciação e categorização, enquadres sociocognitivos (como frames, metáforas conceptuais, modelos de contexto, rituais sociais, etc.), competência comunicativa, metaforicidade, multimodalidade, recepção social de patologias linguístico-cognitivas. O grupo de pesquisa dedica-se também ao estudo da estruturação de processos conversacionais e dinâmica interacional (desenvolvimento e gestão do tópico discursivo, indexicalidade, dinâmica de turno, contextualização, etc.).
No campo mais específico dos estudos neurolinguísticos, os integrantes do COGITES dedicam-se à reanálise crítica da semiologia das patologias de linguagem (anomia, automatismo, perseveração, parafasia, confabulação, etc.), às relações entre o normal e patológico, à discussão das implicações de modelos biomédicos e sociais para a compreensão e diagnóstico das patologias linguísticas e cognitivas, às inter-relações entre linguagem e outros processos cognitivos (como a memória).

ACERVUS:

O Grupo dedica-se, ainda, à constituição, organização e compilação de dados linguístico-interacionais autênticos, configurando três acervos de tamanhos diferentes (COGITESACERVUS): AFASIACERVUS, ALZHEIMERACERVUS e PLNP – Práticas linguísticas não patológicas.
Compilados eletronicamente, os acervos do COGITES são constituídos tanto de entrevistas semidirigidas e protocolos de estudos finalisticamente orientados, quanto da observação de contextos interacionais naturais variados, como discurso político e religioso e encontros regulares do Centro de Convivência de Afásicos (CCA), da Unicamp – este, o maior acervo.

PRINCÍPIOS TEÓRICOS E METODOLÓGICOS:

Com tais propósitos, o COGITES tem trabalhado em um domínio interdisciplinar que relaciona a Neurolinguística com as linguísticas cognitivas (isto é, com aquelas áreas da Linguística que se interessam mais explicitamente pela problemática cognitiva) e também com as Neurociências e as Ciências Sociais.
A fundamentação teórica na qual se ancoram os estudos do COGITES pauta-se sobre uma perspectiva sociocognitiva interacionista de filiação vygotskiana (Vygotsky, 1930, 1934), alinhada com contribuições de Michael Tomasello (Tomasello, 1999, 2009, 2014). Uma das teses centrais dessa perspectiva é a de que a organização e a estruturação da cognição humana são constituídas por nossas múltiplas experiências psicossociais, corporais, cognitivas, linguísticas, afetivas. Segundo essa perspectiva, não há possibilidades integrais de processos cognitivos fora da linguagem e nem possibilidades integrais de linguagem fora de processos interativos humanos (Morato, 1996).

ÁREAS DE PESQUISA (Programa de Pós-graduação - Linguística – IEL – Unicamp)
1. Linguagem e Pensamento
2. Funcionamento do Texto e do Discurso

Entrevista (podcast da ABRALIN – Associação Brasileira de Linguística) com Edwiges Morato (IEL UNICAMP) sobre a área de estudos Linguística & Cognição: https://player.fm/series/entrevistas-da-abralin